Your SEO optimized title page contents
Televendas / SAC: (11) 99731-3049 (Whatsapp)

Dúvida sobre comprar ou não a chupeta para bebê

A dúvida sobre comprar ou não a chupeta para bebê, seja ele recém-nascido ou com alguns meses de vida, sempre está presente na vida dos pais.

Na maioria das vezes, os progenitores buscam conselhos de especialistas, tais como médicos pediatras, psicólogos e até dentistas, com o objetivo de encontrarem algo que justifique o emprego - ou não - da chupeta no cotidiano do bebê.

Chupeta de bebê nenem com chupeta

Porém, os profissionais - independente da área de atuação - não entram em um consenso sobre o uso da chupeta. Isso acontece porque existem inúmeros estudos que provam tanto os prós quanto às contraindicações do produto.

Por exemplo, a Sociedade Brasileira de Pediatria aponta que os bebês possuem uma necessidade de sucção, principalmente no primeiro ano de vida, pois o ato libera o hormônio da endorfina e, consequentemente, provoca efeito modulador na dor, no humor e na ansiedade.

Este resultado científico prova que as mães têm razão quando acham que o bebê fica mais calmo com o uso da chupeta, pois eles realmente experimentam uma sensação de bem-estar.

Ao mesmo tempo, os pediatras afirmam que a amamentação exclusiva do peito da mãe supre este desejo de sucção dos bebês, mas para isso a prática deve ser realizada sempre que o bebê quiser.

Por outro lado, tanto a fonoaudiologia quanto a odontologia, revelam que os problemas respectivos à comunicação e dentição dependem da duração, frequência e da intensidade do hábito.

Isto posto, temos a comprovação de que existem benefícios e prejuízos quanto ao uso chupeta e, por isso, a 4babies separou uma listinha de prós e contras para auxiliar a escolha de vocês mamães e papais!

Vantagens da chupeta para bebê

A primeira vantagem nós já citamos no conteúdo acima: sim, a chupeta realmente funciona como um mecanismo de calmante para o bebê.

Chupeta de bebê bebe chupando Chupeta

Outro grande benefício é a proteção contra a morte súbita, porém, a chupeta só poderá ser apresentada ao recém-nascido após a terceira semana de vida - quando a amamentação no peito já está determinada - e desde que seja utilizada apenas durante o sono. Essa é uma recomendação oficial da Academia Americana de Pediatria (AAP).

Desvantagens da chupeta para bebê

Além dos prejuízos como a deformação da arcada dentária e problemas relacionados à respiração, existem estudos que identificam o uso da chupeta como um fator que reduz o tempo de aleitamento materno fez com que a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Ministério da Saúde (MS) optassem por não indicar o emprego de bicos, mamadeiras e chupetas na vida do bebê.

Segundo uma linha de pensamento que alguns psicólogos seguem, a orientação em relação à acalmar o bebê é a não utilização da chupeta, pois existem muitas formas de relaxar o bebê, tais como cantar, oferecer carinho, colo e - principalmente - a amamentação.

Por fim, a 4babies indica que os pais tenham uma visão ampla sobre os prós e contras da chupeta para que, junto ao pediatra da criança, possam chegar a um consenso sobre o oferecimento do produto, bem como para saber quando dar a chupeta para o bebê.

Deixe uma resposta